Quatrocantos.com
Recife Rock!

Pesquisa em Quatrocantos.com


Lendas e folclore da Internet. As pulhas virtuais

Desvendando lendas, hoaxes e mitos da Internet desde 1999. Lendas urbanas, pulhas virtuais, boatos, desinformação, teorias conspiratórias, mentiras, vírus, cavalos de tróia, golpes e muitas outras coisas que vagam pela Internet.

Índice alfabético
Índice cronológico

Avise amigo/a:
247

Mais lendas

Identificação de pulhas
Lendas urbanas -1
Pulhas virtuais -1
Vírus de e-mail

Anedotas
Animais
Astros
Auto-ajuda
BBB com vírus
Cartas da Nigéria
Cavalos de tróia

Desastres
Dia Nacional
Drogas
Empresas
Falsos prêmios
Falsos vírus
Filhotes
Fotos & vídeos

Golpes
Golpe do emprego
(job scam)
Golpe do namoro
(romance scam)
Lendas & empresas
Lendas urbanas
Loterias fajutas

Marketing viral
Meias-verdades
Microondas
Nostradamus

Pequenos golpes, grandes pilantras
Política & desinformação
Pulhas virtuais
Receita Federal
Reenvio
Religiões

Saúde
Sobrenatural
Telefone celular
Teorias conspiratórias
Trojans & golpes
Verdades
Vídeos & fotos


Reprocessado 2.732 vezes :)

Caixinha do leite longa vida.

A suposta repasteurização do leite

A mensagem denunciando a suposta repasteurização do leite longa vida surgiu na última semana de outubro de 2005 e não resiste a uma análise mais detalhada. Sabe por quê?

1. Não tem origem definida, ninguém sabe quem é o seu autor.

2. O remetente da mensagem diz que soube da notícia por fontes seguras, mas não indica essas fontes. O mais próximo que se chega é que Essas informações são de uma pessoa que já trabalhou na indústria alimentícia e conhece todo esse processo. Que processo?

Tal repasteurização é improvável por uma razão bem simples: o custo. Custo de recolhimento do produto, custo de reprocessamento e custo da nova embalagem.

Veja mais sobre os custos do leite em:

Artigo de outubro de 2002 intitulado A roupa certa para o leite da Revista Rural diz:

"Em fevereiro deste ano [2002], enquanto produtores recebiam R$ 0,15 por litro de leite produzido, o pioneiro e maior fabricante de embalagens para o setor, a Tetra Pak, recebia R$ 0,35 pela caixinha que acomodava o produto, ou seja, 130% a mais."


O senador Osmar Dias, em discurso proferido no dia 09 de outubro de 2001, afirma:

"... a embalagem usada para envasar o leite longa vida custa de R$0,22 a R$0,24, enquanto o produto, que tem origem em uma propriedade rural, em muitas regiões do País, custa R$0,20 por litro. Vejam V. Exªs que custa mais a embalagem do que o leite que está dentro dela. Não conheço nenhum outro produto que tenha essa relação de preço com sua embalagem." (1)


São dados antigos, mas é improvável que as relações de custos tenham mudado de forma significativa.


Diz a mensagem: se uma embalagem tiver o número 1, significa que é a primeira vez que sai da fábrica e chega ao supermercado para a venda final, já se tiver o número 4, significa que ele já foi repasteuridado 4 vezes e depois retornou para o supermercado para a venda final e assim por diante...

Diz, ainda, que o ideal é comprar até o número 3, acima disso, a qualidade do leite estará bem ruim.

A Tetra Pak, fabricante das embalagens usadas pelos produtores de leite longa vida, consultada sobre essa mensagem informa:

- o número que aparece acima deste sequencial no fundo da embalagem (1, 2, 3 etc) é impresso no momento da produção da mesma e refere-se ao posicionamento na bobina.

...

- devido ao processo de ultrapasteurização e ao envase em embalagens cartonadas assépticas, o leite pode ser armazenado sem refrigeração (antes de aberto) por até seis meses.

Veja o texto integral da mensagem da Tetra Pak.

Pois é: o número misterioso indica a posição da bobina na máquina de fabricação das embalagens e não o número de vezes que o leite foi processado. Quanto à qualidade, o leite se mantém inalterado por seis meses desde a data de sua fabricação, contanto que a embalagem não seja aberta.

A mensagem sobre a repasteurização do leite encalhado circulou rapidamente e teve gente que acreditou nela. Alguns/umas internautas, mais atentos/as e desconfiados/as, logo procuraram ver os indícios de fraude. Foi o que fez Hugo, um dos nossos colaboradores. Diz ele:

...
Pessoalmente não acho que seja verdade pelos seguintes motivos:

1) Imprecisão das informações; frases como "essas informações são de uma pessoa que já trabalhou na indústria alimentícia", "fiquei sabendo por fontes seguras" são muitos vagas; e a mensagem "original" não tem assinatura...

2) Pesquisei em algumas associação de consumidores (como IDEC) e nada achei;

3) O texto não explica claramente como ocorre esta "renumeração": se o número é "repintado", se o leite é "reembalado", etc

André, outro colaborador, foi tirar a dúvida com a Batavo e recebeu a seguinte informação:

Olá, Andre
...
Vale a pena lembrar que de acordo com a legislação vigente o leite cru não pode sofrer duas vezes tratamento térmico e que temos o SIF (Serviço de Inspeção Federal) na planta de nossa fábrica fiscalizando todo o nosso processo produtivo.

Em relação aos produtos vencidos recolhidos nenhum produto retorna à fábrica, uma vez que somos fiscalizados pelo SIF, que não permite a entrada na fábrica de produtos vencidos/ deteriorados. Os produtos vencidos são enviados a uma empresa credenciada a qual faz a destruição do produto, reciclando a embalagem e destinando o conteúdo para ração animal.
...


Makoto não acredita nessa história e explica as suas razões:

...
Fantasia quase-delírio imaginar que uma indústria se daria ao luxo de bancar os custos de recolher, receber de volta leite embalado em embalagens tetra-pack de 1 litro, abrir uma a uma, e re-pasteurizar - e ainda, re-embalar com códigos que permitam identificar isso!
...

Veja o texto integral da mensagem.

Uma consumidora foi até o supermercado e conferiu:

...
Gente, ontem ao comprar leite, procurei olhar a cx para ver se esta mensagem que eu havia passado para todos era verídica, e me espantei ao ver que não é spam, tem realmente o tal número.

Em algumas cx ele é 5, até 6, bem não olhei a gôndola toda ..rs, mas tratei de comprar aquela que tinha numero 1, e como só consumo leite desnatado, algumas vezes ele realmente vinha com gosto horrível, este ao contrário, inclusive a textura dele é diferente..

Vale a pena conferir na hora de comprar e vamos repassar pra todo mundo,
...

Ela acreditou na mensagem, foi verificar e lá estava o número fatídico. Só que o tal número significa algo bem diferente e nada tem a ver com a qualidade do leite.

(Fui olhar embalagem de extrato de tomate e lá estava o número 4. Será que é a terceira vez que ele é repasteurizado? Ou a quarta vez? :)

Os leitores comentam.

Mais sobre leite longa vida.

A roupa certa para o leite

Comentários sobre a formação de cartel por multinacionais na compra da produção de leite no país, em 09 de outubro de 2001 (1)

CPI constata alto custo da embalagem longa-vida

EFEITOS DO LEITE LONGA VIDA

IMPORTÂNCIA DO LEITE LONGA VIDA PARA O DESENVOLVIMENTO DO MERCADO BRASILEIRO DE LEITE

Lenda sobre reutilização de leite causa problemas no TO (26 06 2008)

Tetra Pak. Perguntas mais frequentes.

Mensagem original.

Enbalagem de leite longa vida

Subject: Re: Leite (importante)

“Serviço de Utilidade Pública”

Muita atenção quando forem comprar leite em caixinha!

Fiquei sabendo por fontes seguras que, por não serem vendidas até determinado prazo, essas caixinhas voltam para a fábrica para que o leite seja repasteurizado! Isso pode ocorrer por até 5 vezes, o que acaba deixando o leite com um sabor diferente, aumentando a possibilidade dele coalhar e reduzindo significativamente sua qualidade, já que o teor nutricional diminui.

Ao voltarem para a venda ao consumidor final, o pequeno número que está marcado na figura acima com o círculo vermelho é alterado. Esse número varia de 1 a 5 e o ideal é comprar até o número 3, acima disso, a qualidade do leite estará bem ruim.

Esse pequeno número fica localizado no fundo da caixinha, se você for comprar uma caixa fechada, basta verificar apenas uma embalagem, todas as outras terão a mesma numeração.

Por exemplo, se uma embalagem tiver o número 1, significa que é a primeira vez que sai da fábrica e chega ao supermercado para a venda final, já se tiver o número 4, significa que ele já foi repasteuridado 4 vezes e depois retornou para o supermercado para a venda final e assim por diante...

Dêem mais atenção, principalmente, quando a oferta for muito boa, geralmente, o supermercado coloca um valor menor para os produtos que já passaram várias vezes por esse processo, os de número 4 e 5.

Essas informações são de uma pessoa que já trabalhou na indústria alimentícia e conhece todo esse processo, por isso, não deixem de fazer sempre essa observação!

Saúde a todos!

 

Versão de primeiro de abril de 2007.

Sent: Sunday, April 01, 2007 5:31 PM
Subject: Isso não é lenda

Isso não é lenda, porque ocorreu comigo e com minha mãe, vejam só:

Eu e minha mãe fomos ao mercado perto de casa comprar uma caixa de leite fechada com 12 unidades das que estavam em promoção, e para nossa surpresa duas das caixinhas azedaram na hora de esquentar, e as outras apresentavam odor e sabor estranho parecido com coalhada.

Comentamos com algumas vizinhas o acontecido, uma delas pediu para olhar o número embaixo da caixinha e assim o fizemos, lá estava o nº 5, em seguida fomos informadas por ela de um boato que as de nº 4 e 5, eram de má qualidade por serem repasteurizadas e desde então só compramos caixinhas com números 1, 2 e 3 e nunca mais tivemos este problema.

O que vocês acham disso será mera coincidência ?????

 

Impressoras tagarelas
Corcovado



Lendas e pulhas virtuais envolvendo pessoas, empresas e instituições diversas.

- Acabou o pulso único. Sem aviso
- Activia™: verdades e mentiras sobre o iogurte
- Ajuda para Natalie de Krista Marie
- Ajuda para Rachel Arlington
- Alerta geral. Fanta Uva
- AMBEV distribui kits Skol: camiseta, relógio de parede e... cervejas
- Aspartame
- Batom com chumbo dá câncer?
- Bill Gates é o Anticristo e a Besta do Apocalipse?
- Bill Gates, Walt Disney, Intel & AOL distribuem milhares de reais
- Boicote a Shell
- Caixinha do leite longa vida. A suposta repasteurização do leite
- Carta à Shell: falsa relíquia histórica
- Chaves magnéticas de hotéis
- Chocolates virtuais
- Coca Cola e Mentos: mistura explosiva?
- Cristina dos Santos, de Birigui, pede ajuda para Ana Cláudia
- Cruz do capeta da Honda Titan 150. Pacto com o Satanás?
- Dolly: o guaraná que causa câncer?
- Ericsson e Nokia distribuem telefones celulares
- Espelho de duas direções: sem espaço, saia do pedaço
- Falsa mensagem da Voe Gol para você: promoção Viagem da Sua Vida
- Fenilpropanolamin, a proibição
- Garotinha com câncer do Hospital Albert Einstein
- Greve na Internet contra as empresas telefônicas
- Gripe H1N1: conversa em chat cita Unimed e é boato alarmista
- Hambúrgueres da McDonald's são feitos de seres geneticamente modificados
- Hello Kitty é produto de pacto com o demônio?
- Kuat: o guaraná que causa câncer?
- Mondex, o biochip 666 da besta, a nova moeda e o apocalipse
- Pontiac alérgico a baunilha
- Procter & Gamble, uma empresa do diabo?
- proibição da fenilpropanolamina, A
- Microsoft e AOL gratificam a quem repassar mensagem
- Sobram córneas no Hospital Oftalmológico de Sorocaba?
- Skol distribui kits: camiseta, relógio de parede e... cervejas
- Sucesso satânico: mensagem denunciando suposto satanismo de Xuxa instala cavalo de tróia
- Estilista Tommy Hilfiger foi expulso do programa Oprah Winfrey Show por racismo?
- Tratamento alternativo: como matar o câncer
- treze regras de Bill Gates, As
- UNIMED atesta que recipientes plásticos no forno de microondas liberam dioxinas?
- Utilidade pública: Red Bull dá asas para o além?
- Yasmin: anticoncepcional perigoso?



Siga pulhas virtuais no Twitter

Serviço
Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos
Netiqueta
Teclas de atalho do Mozilla

Dicas
Arquitetando
Coelhos e coelhinhos
Deixando Rastros
Guia do rock!
Refletindo


 


Antispam   Arquitetura on-line   Barcos à venda   Bandeiras dos estados brasileiros   Brasões dos estados do Brasil   Campo Formoso Gem Show   Campo Formoso, terra de esmeraldas   Carnaval de Olinda   Jóias em prata   Imagens do Brasil   Lendas e folclore da Internet, as pulhas virtuais   Minerais   Pedras preciosas   Vídeos   Sisal   Home
Todos os Direitos Reservados. Copyright Gevilacio Aguiar Coelho de Moura © 1999 - 2014. Quatrocantos.com, Quatrocantos.net.br. Reprodução permitida desde que informado o endereço (URL) desta página. As lendas, os boatos, os falsos vírus, golpes e histórias semelhantes são aqui divulgados da forma como chegam às nossas caixas de correio e não somos responsáveis pelo seu conteúdo nem tampouco por eventuais consequências da divulgação ou do seu uso indevidos. Ajude a manter a Internet livre de spam, de boatos e de golpes: envie o URL desta página para quem enviou mensagem contendo a lenda aqui mencionada.