Quatrocantos.com
Recife Rock!

Pesquisa em Quatrocantos.com


Lendas e folclore da Internet. As pulhas virtuais

Desvendando lendas, hoaxes e mitos da Internet desde 1999. Lendas urbanas, pulhas virtuais, boatos, desinformação, teorias conspiratórias, mentiras, vírus, cavalos de tróia, golpes e muitas outras coisas que vagam pela Internet.

Índice alfabético
Índice cronológico

Avise amigo/a:
76

Mais lendas

Identificação de pulhas
Lendas urbanas -1
Pulhas virtuais -1
Vírus de e-mail

Anedotas
Animais
Astros
Auto-ajuda
BBB com vírus
Cartas da Nigéria
Cavalos de tróia

Desastres
Dia Nacional
Drogas
Empresas
Falsos prêmios
Falsos vírus
Filhotes
Fotos & vídeos

Golpes
Golpe do emprego
(job scam)
Golpe do namoro
(romance scam)
Lendas & empresas
Lendas urbanas
Loterias fajutas

Marketing viral
Meias-verdades
Microondas
Nostradamus

Pequenos golpes, grandes pilantras
Política & desinformação
Pulhas virtuais
Receita Federal
Reenvio
Religiões

Saúde
Sobrenatural
Telefone celular
Teorias conspiratórias
Trojans & golpes
Verdades
Vídeos & fotos


História de pescador.
Sucuri (ou anaconda) assassina engole pescador em Barra do Garças

Sucuri assassina, anaconda assassina, a cobra devoradora de homens: são muitos os títulos adequados a essa lenda.

A história de cobra gigante que engoliu um homem percorre o mundo e a Internet. O trágico acidente teria acontecido em Bornéu, na Venezuela ou em Barra do Garças, às margens do Rio Araguaia, estado do Mato Grosso, conforme a versão e o contador da história.

A vítima pode ter sido o doutor José Ronaldo, dentista de São Paulo.

Essa é versão da mensagem que remete para o site Uma Estória De Pescador Para Ninguém Desacreditar. Outro site, o Feira Náutica, não mais contém a história. Clique aqui para ver a reprodução do texto.

Vamos aos fatos e às fotos.

Os títulos das páginas são bem sugestivos: história de pescador. Mesmo como história de pescador o exagero é muito grande.

A história diz que o doutor José Ronaldo foi pescar no Rio Araguaia com três amigos, se afastou deles e não voltou ao acampamento. Os três amigos o procuraram, sem sucesso, até que avistaram rastros de cobra. Seguiram os rastros do animal.

Três dias depois, avistaram uma enorme sucuri de 12 metros dormindo placidamente às margens do rio. A cobra tinha uma parte do corpo deformada e logo os amigos desconfiaram que o pior havia acontecido: o José Ronaldo fora engolido pela sucuri!

Eis o relato.

Usando um revólver e pedaços de paus eles atingiram a cabeça da cobra, matando-a e em seguida a carregaram até o acampamento, onde a colocaram na carroceria de um caminhão e foram para Barra do Garças.

Aí começam a surgir as evidências de que se trata realmente de mais uma história de pescador.

Veja as fotos (clique aqui para vê-las ampliadas).

Píton - Python reticulatus
Foto 1
Píton - Python reticulatus
Foto 2
Anaconda engole homem: montagem?
Foto 3

O tamanho da sucuri

Primeiramente, a cobra das duas primeiras fotos não é uma sucuri. As manchas na pele indicam que se trata de uma píton. Para os herpetólogos, é uma Python reticulatus natural da Ásia. A terceira foto não mostra muitos detalhes e, provavelmente, trata-se de outra cobra fotografada em outras circunstâncias. Talvez produto do Photoshop em mãos de pessoa habilidosa.

Continuemos.

Os narradores falam em 12 metros de cobra. Esse seria o tamanho da Eunectes murinus, a sucuri que, segundo a foto, não é uma sucuri mato-grossense, mas uma píton asiática.

E o que uma píton asiática estaria a fazer às margens do Rio Araguaia no continente americano? Seria uma píton desorientada? Uma serpente extraviada? Nada disso.

Veja nesta outra página duas fotos de cobras sendo carregadas. Na primeira, sete homens seguram uma enorme serpente. As duas linhas brancas, a horizontal e a vertical, têm o mesmo tamanho da altura do homem mais alto, o do centro da foto. Considere que ele tem 1,90 m de altura.

O esforço dos sete homens parece não ser muito grande, mas a cobra mediria duas ou no máximo três vezes a altura do homem. Comprimento total da cobra: na maior das hipóteses, pouco menos de seis metros.

A segunda foto mostra seis homens carregando outra cobra grande. Aqui também as duas linhas, horizontal e vertical, têm o mesmo tamanho de um dos homens. O tamanho da cobra seria cerca de seis metros considerando que o homem tem 1,70 m de altura.

Imagine agora uma cobra com 12 metros de comprimento. Será que apenas três homens conseguiriam transportá-la até o acampamento?

Os pescadores não dizem qual a distância desde o acampamento até o lugar onde a cobra foi encontrada mas, segundo a narrativa, dá pra inferir que foi um pouco longe. Eles contam que passaram três dias no rastro da cobra.

Mesmo considerando que ela estivesse a apenas cem metros do acampamento, não dá para acreditar que três homens tenham conseguido transportar uma cobra de doze metros de comprimento. Não só devido ao peso, mas também devido à distribuição desse peso.

De qualquer forma, o peso da cobra seria igual ao peso do pescador engolido mais o peso de uma-cobra-muito-grande. Muito peso ;))


O caminhão e o fotógrafo

Segundo o texto, a cobra teria sido morta nas proximidades da cidade de Barra do Garças - MT, Brasil. Veja os detalhes da placa da caminhonete e do rosto do fotógrafo.

Um dos caracteres da placa, o segundo, não está muito legível mas os demais são D_2259AI. Pelo formato da placa e pelos caracteres percebe-se que não é placa de veículo matriculado no Brasil. Qual país adota esse formato de placa?

Quanto ao rosto do fotógrafo: as suas feições não são exatamente as de um brasileiro.

Ainda quanto ao tamanho da cobra. Compare o tamanho da cobra com o tamanho da caçamba da caminhonete - e não caminhão como diz a história. Ou é uma caminhonete muito grande ou então a cobra não tem doze metros de comprimento.


O formato da barriga da cobra.

Compare a barriga da cobra enquanto o almoço (ou jantar) ainda estava dentro dela com o formato do homem com parte do corpo dentro da cobra - terceira foto.

O formato da barriga sugere a existência de um animal, talvez um porco ou um veado. Mesmo se fosse um homem, as pernas do homem não estariam lá dentro da cobra e só aparecem na terceira foto.

Tem mais.

Os pescadores levaram a cobra para a cidade de Barra do Garças e lá abriram a barriga do animal (terceira foto).

Fica a pergunta: já que eles levaram a cobra para a cidade, por que abriram a cobra no meio do mato e não num lugar mais adequado? Talvez até no IML.


A serpente no mundo
.

Em vários pontos da Terra, existem histórias sobre serpentes engolidoras de homens. Versões descrevem ocorrências desse tipo em Bornéu, Mauritânia, Equador, Peru, Indonésia, Cingapura, Venezuela e no estado do Amazonas, Brasil.

No sítio Urban legends as mesmas fotos da cobra de Barra do Garças são apresentadas e o fato teria ocorrido nos mais variados lugares: Estados Unidos, Amazonas, Venezuela, Nouakchott (Mauritânia) e nas Filipinas.

A vítima era um caçador (Amazonas), uma criança, um petroleiro (Venezuela), um soldado (Cingapura).

Nos EUA, o caso teria ocorrido num lugar de nome muito curioso ou muito adequado em se tratando de uma cobra: Palo Duro Canyon, Texas. (Desculpe. Foi péssima ;-}

O nome da cobra pode variar. Pode ser uma píton, uma anaconda ou uma sucuri sendo que anaconda e sucuri são o mesmo animal e a cobra das fotos 1 e 2 é uma píton.

Em alguns dos casos descritos, a cobra tem 17 pés o que fica meio esquisito, pois, além de ser um número ímpar, segundo especialistas cobra não tem pés. Mas é que, nesse caso, o pé é uma unidade de medida igual a doze polegadas. Dezessete pés equivalem a pouco mais de cinco metros (exatamente 5,18 m). Bem menos que os doze metros da cobra de Barra do Garças.


Mais uma curiosidade

Segundo a história do pescador:

Na tarde do terceiro dia eles avistaram uma grande cobra sucuri deitada dormindo ao lado do rio.

Uma cobra deitada.

Inacreditável!

Em pouquíssimas ocasiões uma cobra será vista sobre os próprios pés. Essa da história estava, evidentemente, deitada. E dormindo.

Curioso, um dos nossos leitores nos escreve perguntando:

Como os pescadores descobriram que a cobra dormia? Pelo ronco? Ela estava de olhos fechados? Com as pálpebras fechadas? Cobra tem pálpebras?

Lília, uma leitora atenta, lembra o seguinte:

Se o dentista tivesse ficado mesmo 3 dias dentro da barriga da bichinha como diz o texto, teria sido encontrado com o corpo e a pele carcomidos pelos ácidos digestivos do animal e já estaria em processo de decomposição. Nunca a pele estaria lisinha como mostra a foto. Repare na coxa do suposto engolido.

 

Conclusão: o fato descrito não aconteceu nem em Barra do Garças nem em nenhum outro lugar do mundo. As duas primeiras fotos mostram uma grande píton cruelmente assassinada, logo após um farto almoço, por caçadores desalmados. Como toda cobra que se preza, essa aí também costuma repousar após bem alimentada. Certamente ela foi morta durante o repouso.

Quanto à foto do homem com parte do corpo dentro de uma cobra ficam pelo menos uma dúvida e uma certeza. A certeza é que a cobra não é a mesma das fotos anteriores, pois o "desenho" da pele é diferente.

A dúvida: a terceira foto é um arranjo feito com o Photoshop? Pode ser. Embora a luz seja muito difusa, parece que a sombra nas pernas do homem não corresponde à direção da luz que incide sobre a parte inteira da cobra.

Sobre essa a terceira foto há um comentário em O caso da sucuri:

... alguns índios [do Brasil] entram na cobra já aberta deixando parte do corpo de fora para serem fotografados e ganharem uma graninha dos turistas!

 

Verdade? Lenda sobre uma lenda? Pode ser. Mas, e aquele braço que parece quebrado? O índio também simula isso?

O texto da mensagem finaliza com a pérola:

Sufoca-a, quebra-lhe todos os seus ossos e a engole deslocando suas mandíbulas.

A cobra engole a vítima deslocando as suas mandíbulas. Mandíbulas de quem? Da vítima? ;)))

Em dezembro de 2003, espalhou-se a notícia de que, na Indonésia, teria sido capturada a maior cobra do mundo. Segundo a BBC, a cobra teria quase 15 metros de comprimento e pesaria 447 quilos.

O periódico inglês The Guardian mandou John Aglionby, um dos seus colaboradores, investigar o assunto. Mr. Aglionby foi até Curug Sewu, localidade próxima à cidade de Semarang na Indonésia e descobriu que a tal serpente não é tão grande assim. Ela mede pouco mais de seis metros e meio e pesa cerca de 100 kg. Bem menos do que divulgado.

A maior cobra já capturada no mundo continua sendo a citada no Guinness Book of World Records. Em 1912, foi capturada, na Indonésia, uma Python reticulatus que media 10 metros de comprimento. Esse recorde não foi superado até hoje.

Veja esse belo exemplar de anaconda e a chamada: "Dez homens para segurar uma cobra."

Anaconda

Como se vê, caçadores de cobras gostam de exagerar as medidas :))

Essas histórias de cobras gigantescas e de pacatos pescadores engolidos seguem divulgadas e acreditadas :) Veja, por exemplo, a página QUEM GOSTA DE PESCAR, QUE SE CUIDE... LEIA ANTES DE VER AS FOTOS!

A narração é básicamente a mesma, mas as fotos são completamente diferentes e a cobra é outra. A cobra, não as cobras, pois são cobras diferentes fotografadas em diferentes ocasiões.

Note que as feições das pessoas que se encontram ao lado das serpentes não são exatamente de brasileiros.

Quanto ao fardamento do soldado: esse tipo de fardamento não se usa no Brasil. A roupa da mulher que segura a criança mais parece modelo das Filipinas ou da Índia.

Os comentários contidos nas páginas seguintes são curiosos e divertidos. Um deles pede: "Manda umas 650 destas para Brasília...". Conveniente.

Mas outro leitor, defensor da ecologia e das serpentes, fica preocupado e adverte: "as cobras vão morrer envenenadas (engolindo os políticos ladrões)".

São 12:00 do dia 12 de setembro de 2007. Hoje, o Senado Federal decide sobre a cassação do seu presidente, senador Renan Calheiros. As manchetes das páginas noticiosas falam de socos, pontapés e tumulto no Congresso Nacional. E a votação secreta ainda não começou.

O senador não foi cassado.

Mais sucuris e anacondas.

Operador de câmera foi fazer graça com a anaconda e ela não gostou...

Algumas cobras enormes...

Mais cobras grandes, sucuris, anacondas e pítons.

A sucuri

Ataque de sucuri provoca polêmica.

Man-Eating Snakes

Museu Butantã

The 22ft python who needs SEVEN zoo keepers to carry her to her health check (Piton com 6,7 m necessita de sete funcionários para levá-la para exame de saúde.)

Pode uma sucuri atacar uma pessoa?

Python Swallows New-Born

Python Victim Uncoils His Tale

Quais as maiores serpentes do mundo?

Snakes alive! That wine has a bite!

Sucuri

Sucuri de mais de 5,7 metros é atropelada em rodovia do Mato Grosso. (Pelo menos quatro pessoas foram necessárias para carregá-la.)

Sucuri devora parceiro depois da lua-de-mel

Sucuri - Eunectes Murinus

Sucuri - Eunectes murinus

 

 

Mais cobras: paquistanês numa Boa.

Há, também, a história de Amjar Bukhari um paquistanês que passeava pelo Nairobi National Park, Quênia. Ele teria sido engolido por uma Boa constrictor de 25 pés.

Foram 15 minutos de terror dentro da barriga da serpente até ser resgatado, ainda com vida, por funcionários do parque. Quebrou umas costelas e teve o corpo queimado pelos ácidos estomacais da Boa jibóia.

O mesmo site também menciona o caso de exímio datilógrafo, com catorze dedos nas mãos, vencedor de concurso de digitação ou de datilografia.

E também de um "padre-robot" que faz confissões via Internet. (Para os curiosos e pecadores aí vai o link: http://www.weeklyworldnews. com/wwn/robopriest.cfm)

 

Os leitores comentam.

Texto original.

Sucuri de 12 metros

É... parece que essa história de pescador é verdadeira... (infelizmente) Uma História De Pescador Para Ninguém Desacreditar.

Nem todo o mundo acredita em estórias de pescadores.
No fundo as estórias São verídicas e a fama de que os pescadores são mentirosos é pelo fato de eles aumentarem em muito suas aventuras.

Aqui no entanto uma estória verídica, sobre uma cobra que engoliu um dentista pescador identificado como sendo José Ronaldo. O fato verídico aconteceu em Mato Grosso, mais precisamente as margens do rio Araguaia.

Um grupo de quatro pescadores do interior paulista dentre eles o dentista José Ronaldo, se aventurou como faziam já há tempos, nesta época do ano, a uma pescaria nas águas do famoso rio, em busca de grandes pintados, pirarucus, pirararas, tucunarés e piraíbas.

Mas na verdade acabaram encontrando uma sucuri de 12 metros e meio que pôs fim a sua pescaria.

Tão logo chegaram as margens do rio, escolheram uma clareira para montar acampamento e ao entardecer, resolveram tentar descobrir pesqueiros.

Os quatro se separaram ao anoitecer, apenas três retornaram, ao acampamento. Preocupados os três começaram a gritar mato afora, o nome do dentista. Nenhuma resposta e a mata fechada, aliada á falta de luz fez com que voltassem ao acampamento, e esperaram pelo amanhecer.

Os três passaram a noite acordados. Acreditavam que José Ronaldo tinha sido atacado por uma onça ou qualquer outro animal, com os primeiros raios de sol deram continuidade as buscas. Bateram vários quilômetros e somente no final da tarde encontraram a primeira pista para localizar o dentista.

Eram pedaços de suas roupas que estavam a margem do rio.

Havia sinais de luta. Logo dois pescadores pensaram que se tratava de um assalto, ou seqüestro e ressurgiram as esperanças de que José Ronaldo ainda estivesse vivo.

O terceiro pescador mais experiente viu o mato amassado e afirmou que aquele rastro era de uma cobra provavelmente uma sucuri ( * ) e ela deveria de ter mais de dez metros. Com a aproximação da noite os três voltaram ao acampamento, e somente no dia seguinte seguiram o rastro encontrado. Na tarde do terceiro dia eles avistaram uma grande cobra sucuri deitada dormindo ao lado do rio. Era enorme tinha parte do corpo deformado. Logo eles suspeitaram ser o corpo do dentista.

Usando um revolver e pedaços de paus eles atingiram a cabeça da cobra, matando-a e em seguida a carregaram até o acampamento, onde a colocaram na carroceria de um caminhão e foram para Barra do Garça.

A cobra foi aberta e o corpo do dentista retirado.

A estória não teve que ser aumentada e ao contrario de outras contadas por pescadores não teve um final feliz.(*)

A sucuri é uma cobra que não possui veneno, ela se enrola na vitima. Sufoca-a, quebra-lhe todos os seus ossos e a engole deslocando suas mandíbulas.


Assalto
Falso vírus internet flower

 



Mais animais.

- Café de cocô de elefante
- A incrível história de Mary Toft, a inglesa que paria coelhos
- Cachorro come cachorro vivo ao vivo no programa de Oprah Winfrey?
- Amaldiçoada por Alá?
- Tartarugas brasileiras são vendidas como chaveiro? Os chaveiros vivos da China
- Churrasco de cão, cachorro assado, ensopado de cachorro: uma preferência oriental?
- Um peixe chamado panga: o Pangasius hypophthalmus
- Dinamarca: vergonha mundial? A caça aos golfinhos calderon nas ilhas Feroé
- Orca: baleia assassina devora banhista
- Crocodilo engole tratador
- Criança de seis anos é retirada do estômago de cobra
- Baleia ataca veleiro na África do Sul
- Sucuri maligna instala programa maligno
- Coleta de ovos de tartaruga na Costa Rica
- Adoção de filhotes: variante do golpe dos nigerianos
- A sereia que veio com o tsunami
- Aracnofobia. Telamonia dimidiata, aranha no vaso sanitário
- Cobra coral em supermercado
- Piscinas com cobras
- Tatuí gigante, o mutante de Sorocaba
- Aberração humana, evolução canina ou cães aberrantes?
- Cães nascidos de gata atraem curiosos
- Ovo de barata na língua
- Ninhada de seis cães golden retriever vai ser sacrificada
- A renovação da águia
- Sucuri assassina engole pescador em Barra do Garças
- Salve o são bernardo: um abaixo-assinado inconsequente
- Bonsai Kitten
- As coisas da KFC - Kentucky Fried Chicken



Siga pulhas virtuais no Twitter

Serviço
Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos
Netiqueta
Teclas de atalho do Mozilla

Dicas
Arquitetando
Coelhos e coelhinhos
Deixando Rastros
Guia do rock!
Refletindo


Se esta página contiver vídeos, você somente os verá se o seu navegador for o Chrome ou o Firefox.

 


Antispam   Arquitetura on-line   Barcos à venda   Bandeiras dos estados brasileiros   Brasões dos estados do Brasil   Campo Formoso Gem Show   Campo Formoso, terra de esmeraldas   Carnaval de Olinda   Jóias em prata   Imagens do Brasil   Lendas e folclore da Internet, as pulhas virtuais   Minerais   Pedras preciosas   Vídeos   Sisal   Home
Todos os Direitos Reservados. Copyright Gevilacio Aguiar Coelho de Moura © 1999 - 2014. Quatrocantos.com, Quatrocantos.net.br. Reprodução permitida desde que informado o endereço (URL) desta página. As lendas, os boatos, os falsos vírus, golpes e histórias semelhantes são aqui divulgados da forma como chegam às nossas caixas de correio e não somos responsáveis pelo seu conteúdo nem tampouco por eventuais consequências da divulgação ou do seu uso indevidos. Ajude a manter a Internet livre de spam, de boatos e de golpes: envie o URL desta página para quem enviou mensagem contendo a lenda aqui mencionada.