Recife Rock!

Quatrocantos.comLendas e folclore da Internet. As pulhas virtuais.

Desvendando lendas, hoaxes e mitos da Internet desde 1999. Lendas urbanas, pulhas virtuais, boatos, desinformação, teorias conspiratórias, mentiras, vírus, cavalos de troia, golpes e muitas outras coisas que vagam pela Internet.

Fale com a gente


Mais lendas

Índice alfabético
Índice cronológico


Anedotas
Animais
Astros
Auto-ajuda
BBB com vírus
Bancos
Cartas da Nigéria
Cavalos de tróia

Desastres
Dia Nacional
Drogas
Empresas
Falsos prêmios
Falsos vírus
Filhotes
Fotos & vídeos

Golpes
Golpe do emprego
(job scam)
Golpe do namoro
(romance scam)
Golpe nigeriano
(nigerian scam)
Lendas & empresas
Lendas urbanas
Loterias fajutas

Marketing viral
Meias-verdades
Microondas
Nostradamus

Pequenos golpes, grandes pilantras
Política & desinformação
Pulhas virtuais
Receita Federal
Reenvio
Religiões

Saúde
Sobrenatural
Telefone celular
Teorias conspiratórias
Trojans & golpes
Verdades
Vídeos & fotos

Identificação de pulhas
Lendas urbanas -1
Pulhas virtuais -1

Os leitores comentam

Acidentes com celulares durante o abastecimento de veículos


Sent: Friday, February 10, 2006 5:27 PM
Subject: Celular+gasolina


Vale lembrar que qualquer um que já viu os 2 episódios da série "MythBusters" (no Discovery Channel) que relatam sobre sse fato, sabe que não só não há casos registrados como também provaram inquestionavelmente que é impossível isso acontecer, mesmo nas situações mais absurdas.

Tiago


Sent: Friday, July 09, 2004 7:00 AM
Subject: Esclarecimento sobre "Acidentes com celulares durante o abastecimento de veículos"

Bom dia

A vossa informação sobre acidentes com telemóveis nas bombas de gasolina não está completamente correcta...

Existe um caso em Espanha, não tenho a certeza se numa área de serviço da Repsol ou Cepsa, em que um veículo se incendiou, tendo sido totalmente consumido pelo fogo. Foi feita uma reclamação à companhia de seguros, mas a mesma esquivou-se a pagar a indemnização (Afinal de contas, é uma companhia de seguros, não é?), alegando que o incendio foi provocado pela utilização de um telemóvel durante o abastecimento!

Tecnicamente, existe corrente eléctrica e descargas e faíscas e essas coisas todas dentro de um telemóvel, mas a questão é que muito dificilmente se consegue ter durante o pouco tempo que uma pessoa está na área de abastecimento uma infiltração de gases combustíveis no interior do telemóvel, principalmente se estivermos a falar, pois, uma vez que esses gases são mais pesados que o ar, quando eles chegarem a uma altura de cerca de 1,50m a 1,60m com um ponto de saturação que permita a ignição, a coisa está 'mal-parada'.

Por outro lado, mesmo que no interior do aparelho exista essa mistura explosiva de gases e ar, a sua quantidade será tão ínfima que não vai fazer mais que um 'estourinho'. E mesmo assim, as probabilidades de a inflamação se propagar para o exterior serão poucas - tomemos por exemplo as 'Lâmpadas de Davi' utilizadas pelos mineiros para detectarem a presença de gases explosivos, nomeadamente o 'grisu', e as redes de protecção que utilizam os veículos que circulam nos aeroportos (que não são mais do que uma apresentação diferente das 'Lâmpadas de Davi')

Um abraço

Luís Pereira


Sent: Friday, March 07, 2003 11:58 AM
Subject: Celular explode em posto de gasolina

Caros,

Cabe ressaltar que no Rio de Janeiro há o Decreto 15.408 de 18/12/96 que proíbe o uso de celulares nas áreas potencialmente explosivas do Município - não só os postos de gasolina, mas também depósitos de GLP, depósitos de produtos químicos inflamáveis, locais de abastecimento de barcos, aviões, etc.

Em São Paulo, foi emitida, em janeiro 2003, uma proibição similar.

Para utilização segura em atmosferas potencialmente explosivas, o equipamento elétrico - ou eletrônico - necessita ter um "Certificado de Conformidade", documento que atesta que o equipamento foi testado em laboratório credenciado pelo Inmetro e atende todas as prescrições das normas. Este é um requisito legal - Portaria Inmetro 176/00.

Temos notícias que já há na Alemanha um celular fabricado pela empresa ECOM, aprovado no laboratório de lá - o PTB - que opera no sistema GSM. Não há modelos aprovados de tecnologia TDMA ou CDMA.

Estelito


Sent: Friday, February 21, 2003 12:54 AM
Subject: Fogo no meu Celular

Estava lendo sobre acidentes com celulares durante o abastecimento de veículos. http://www.quatrocantos.com/ lendas/74_celular _ gasolina.htm e vi uma parte interessante:

4. A afirmação de que "... aparelhos celulares se incendiaram durante uma conversação ..." é pouco digna de crédito pelas razões expostas acima.

Acontece que usei sites de busca p/ saber sobre coisa do tipo, pois o aparelho NOKIA modelo 5125 de minha mulher estava na bolsa quando sentimos um cheiro de queimado. Depois que abrimos a bolsa vimos fumaça saindo do aparelho e estava muito quente. Ficou um orificio c/ cerca de 6mm. Vejam em anexo.

P/ nosso azar, isso aconteceu coisa de 17 dias do fim da garantia.

Bem, ele não incendiou... mas se não estivéssemos perto da bolsa? Eu até o apelidei de CELULAR DO BIN LADEM.

Abraços

Alan Melo


Sent: Monday, June 17, 2002 7:29 PM
Subject: ACIDENTES COM CELULARES DURANTE ABASTECIMENTO DE VEÍCULOS - Comentário

Caríssimos!

Adoro seu site e sempre recorro a ele quando recebo esses boatos estranhos.

Invariavelmente respondo a quem mandou a mensagem com o endereço do seu site, a exemplo de tantos que devem divulgar essa atitude séria que vocês tem com relação a essas bobagens.

Mas a pulha virtual dos tais "ACIDENTES COM CELULARES DURANTE ABASTECIMENTO DE VEÍCULOS", surpreende pela completa ignorância do funcionário da Shell sobre a recomendação de não se utilizar o telefone celular próximo das bombas, quando do abastecimento. Não é por causa do eventual "faiscamento" dos terminais da bateria, senão pela transmissão de rádio-freqüência (RF).

Sou leigo no assunto; mas, acredito, menos leigo do que aquele funcionário da Shell.

Basta ter uma cultura ginasiana (ahahahah!) para observar que é possível acender uma lâmpada fluorescente com um celular. Como? Experimentem! Durante uma ligação em curso, aproximem a antena do celular a uma lâmpada fluorescente ligada. Desliguem a lâmpada e observem que naquela região onde a antena está encostada (ou quase), a luminescência permanece. Percorrendo a lâmpada, a luz acompanha a antena. Coisa de "feira-de-ciências".

Não deu certo com o celular? Talvez a potência desse aparelho seja muito pequena... basta experimentar com um Walk-Talkie - desses "Talk About" da Motorola, por exemplo.

Conclui-se, então, que esta pulha não é tão má intencionada. O acidente pode acontecer um dia desses e me pareceu até eficaz soltar o boato. Eu, pessoalmente, não falo ao celular enquanto abasteço. Mas os outros, ah! Os outros, acho que nunca fizeram o Ginásio direito!

Um grande abraço,

Orlando Aranha

{retorna}


Siga pulhas virtuais no Twitter


Serviço
Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos
Netiqueta


Dicas
Arquitetando
Coelhos e coelhinhos
Deixando Rastros
Guia do rock!
Refletindo

Antispam   Arquitetura on-line   Barcos à venda   Bandeiras dos estados brasileiros   Brasões dos estados do Brasil   Campo Formoso, terra de esmeraldas   Carnaval de Olinda   Jóias em prata   Imagens do Brasil
Lendas e folclore da Internet, as pulhas virtuais

Minerais
  Pedras preciosas   Vídeos   Sisal   Home
Todos os Direitos Reservados. Copyright Gevilacio Aguiar Coelho de Moura © 1999 - 2015. Quatrocantos.com, Quatrocantos.net.br. Reprodução permitida desde que informado o endereço (URL) desta página. As lendas, os boatos, os falsos vírus, golpes e histórias semelhantes são aqui divulgados da forma como chegam às nossas caixas de correio e não somos responsáveis pelo seu conteúdo nem tampouco por eventuais consequências da divulgação ou do seu uso indevido. Ajude a manter a Internet livre de spam, de boatos e de golpes: envie o URL desta página para quem enviou mensagem contendo a lenda aqui mencionada.