Quatrocantos.com
Recife Rock!

Pesquisa em Quatrocantos.com


Lendas e folclore da Internet. As pulhas virtuais

Desvendando lendas, hoaxes e mitos da Internet desde 1999. Lendas urbanas, pulhas virtuais, boatos, desinformação, teorias conspiratórias, mentiras, vírus, cavalos de tróia, golpes e muitas outras coisas que vagam pela Internet.

Índice alfabético
Índice cronológico

Avise amigo/a:
46

Mais lendas

Identificação de pulhas
Lendas urbanas -1
Pulhas virtuais -1
Vírus de e-mail

Anedotas
Animais
Astros
Auto-ajuda
BBB com vírus
Cartas da Nigéria
Cavalos de tróia

Desastres
Dia Nacional
Drogas
Empresas
Falsos prêmios
Falsos vírus
Filhotes
Fotos & vídeos

Golpes
Golpe do emprego
(job scam)
Golpe do namoro
(romance scam)
Lendas & empresas
Lendas urbanas
Loterias fajutas

Marketing viral
Meias-verdades
Microondas
Nostradamus

Pequenos golpes, grandes pilantras
Política & desinformação
Pulhas virtuais
Receita Federal
Reenvio
Religiões

Saúde
Sobrenatural
Telefone celular
Teorias conspiratórias
Trojans & golpes
Verdades
Vídeos & fotos


Lenda de Taiwan

Lenda

Em Taiwan, fetos de bebês e cérebros humanos são finos acepipes: é tudo mentira

A mensagem mencionando suposto ato de canibalismo ocorrido em Taiwan surgiu no primeiro semestre de 2001. Por tratar de temas muito delicados como a antropofagia, bebês e aborto o conteúdo dela chocou muita gente, criou uma certa comoção e a mensagem rapidamente se espalhou mundo a fora.

O governo de Taiwan cuidou de distribuir nota oficial refutando que em algum momento os fatos descritos tivessem ocorrido: Gobierno de la República de China en Taiwan responde a infamia enviada por E-Mail, que informa que en Taiwan se comen fetos humanos.

Como na maioria das lendas, nesta também co-existem dois fatores: o preconceito e a falta de bom senso. Na verdade um só: falta de bom senso para avaliar da forma correta as informações recebidas, pois preconceito está associado à falta de bom senso.

Ao mesmo tempo em que essa história corria o mundo, circulava matéria publicada pela revista Marie Claire americana (junho de 2001) mostrando o cadáver de criança em rua de cidade chinesa. (Veja Terror na China e O bebê que não podemos ignorar).

Circularam também duas outras mensagens: uma tratando de ursos mantidos em cativeiro para extração de substância usada na fabricação de perfumes e outra sobre o hábito de alguns coreanos comerem carne de cachorro. (Veja Salve o são bernardo)

Talvez essa mistura tenha criado um clima favorável para as pessoas acreditarem em coisas mais esquisitas ainda: o suposto canibalismo de Taiwan.

O fato é que o canibalismo, a antropofagia não acontece nem na China, nem em Taiwan. É tudo fruto da imaginação de gente desocupada. De qualquer forma, algumas pessoas podem achar as imagens chocantes de mais. Se for o seu caso, se você é uma pessoa sensível, o melhor é parar por aqui e procurar coisa melhor pra fazer.

Muita gente acredita nas fotos mostradas e acha que elas são verdadeiras sem se dar ao trabalho de pensar um pouco. Afinal de contas, muitos ponderam, isso acontece na China, lugar de gente estranha e de hábitos e costumes bem diferentes dos nossos. Será que acreditariam assim, de primeira, se as fotos mostrassem uma pessoa com traços ocidentais? Vamos imaginar que a mensagem falasse dessas coisas horrendas acontecendo, digamos, no Rio de Janeiro. Seria a mesma coisa?

O FBI e a Scotland Yard, que se metem em tudo mesmo no que não é da conta deles, andaram investigando o assunto e identificaram a pessoa da foto: é um artista (!) chinês de nome Zhu Yu nascido em 1970. As fotos em que Zhu Yu aparece comendo algo parecido com um feto foram feitas em Xangai, China, em novembro de 2000, durante a Bienal de Xangai, um festival de artes. O "espetáculo de vanguarda" (!?) se chamava Comendo Gente (ou Comendo Pessoas, como preferir).

As fotos do suposto feto humano foram feitas com a justaposição de uma cabeça de boneca à carcaça de um animal. Veja que o artista (!) sempre tem o cuidado de segurar a cabeça da boneca talvez para evitar que ela caia na pia ou na mesa.

Houve bastante cuidado na produção do espetáculo e das fotos. Os potes contendo cérebros, estocados na prateleira do supermercado, são convincentes, mas, certamente, são nozes. Ao preparar o cérebro, Zhu Yu usa luvas e, no momento do repasto, o clímax do espetáculo, tiveram até o cuidado de colocar um copo de suco.

Leonardo, um dos nossos colaboradores, nos informa:

"...pedi para um chinês que trabalha aqui na empresa traduzir o rótulo dos vidros de "cérebros" e ele confirmou que não são nozes. São cérebros mesmo,..."

 

Você, que já deu uma olhadinha nas fotos, percebeu o ar tranquilo do Zhu Yu ao saborear o coelho ou o pato com cabeça de boneca?

Afora o absurdo da situação descrita na mensagem, há a frase-chave presente em todas as pulhas: "Por favor, repasse essa mensagem para quantas pessoas puder" para ver se alguém toma alguma providência, completa o texto.

Não há providência nenhuma a tomar porque o relato é falso, quer dizer, o espetáculo existiu, mas não o canibalismo nem a antropofagia.

Pra quem não usa o bom senso, acredita em tudo o que aparece pela frente e exige um desmentido oficial, veja, mais uma vez, a página Gobierno de la República ...

Os orientais têm uma maneira diferente da nossa de ver o mundo e as coisas. Isto não significa, no entanto, que tais diferenças cheguem a extremos. De qualquer forma, vale a pena ler o artigo intitulado How to Deal with Rights - A Criticism of the Violent Trend in Chinese Contemporary Art. Algumas das obras de arte (!) mostradas nesse artigo são desagradáveis, chocantes e, em minha modesta opinião, de péssimo gosto. (Veja também Table of Contents Experimental Art and Experimental Exhibitions: Minutes from a Roundtable Discussion on Exhibitions and Curatorship )

Uma das versões atribui aos tailandeses o 'hábito' de comer fetos de crianças.

Alessandro, um leitor atento, nos envia mensagem alertando para um aspecto que ninguém percebeu. Diz ele:

Na verdade, existe uma maneira muito mais simples de verificar que a mensagem é inverossímil, puramente baseado em poucos conhecimentos de cultura oriental.

A verdade é que orientais, sobretudo japoneses, chineses, coreanos e afins não levam alimentos à boca utilizando as mãos. Ou seja, para que o homem da foto pudesse comer mais tranquilamente o feto, ele deveria ter sido preparado em cubinhos, para que pudesse ser comido com os hashis, que são os dois palitinhos que os orientais usam como talheres.

E se formos mais observadores, poderemos ver dois desses "talheres" apoiados no prato do rapaz, enquanto ele come o "feto". É claro que se o "feto" tivesse sido preparado da forma oriental, o impacto das imagens não seria tão impressionante.

 

Já que você chegou até este ponto, clique aqui para ver as imagens ampliadas.

No supermercadoCérebros no supermercado
Prepara o cérebro
Prepara o feto
Travessa
Repasto

Texto que acompanha as imagens.

Texto 1 Taiwan

Texto 2 Taiwan

 

Um desesperado pastor viu a mensagem, acreditou nela e traduziu esse patético pedido.

Versão em .pps.

Ver A sopa de bebê e também duas notícias que circularam em 2011:

Bebê jogado em lixeira de hospital teve traumatismo craniano

Estudante dá à luz e joga bebê na lixeira de prédio

Aconteceu na China ou em Taiwan? Em nenhum dos dois lugares: aconteceu no Brasil.

Mais sobre a farsa.

¡Esta es la mejor comida de Taiwan!

Baby-eating photos are part of Chinese artist's performance

Do They Eat Fetuses in China?

Don't you believe it! Foetus feasts?

Rotten Investigated by the FBI

O e-mail (falso) das fotos canibais

Response to E-mail Allegations That Human Fetuses are Eaten in Taiwan

Rumors of Fetus Eating in Taiwan Traced to Mainland Performing Artist

Taiwan's hottest restaurants offer grilled and barbequed fetuses: false

Os leitores comentam.

 

Versão em Português.

O que você vai testemunhar aqui é fato, não fique assustado!

É a comida do momento em Taiwan...

Em Taiwan, bebês mortos ou fetos podem ser comprados por U$50 a U$70 de hospitais, para churrascos e grelhados.

Que triste...

Por favor, repasse essa mensagem para quantas pessoas puder, para que seja vista pelo mundo todo e para que alguém faça algo.

É algo contra a raça humana e a menos que nós, pessoas do planeta, nos unamos para impedir essa porcaria, isso nunca vai acabar.


AIDS
Sequestro



Siga pulhas virtuais no Twitter

Serviço
Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos
Netiqueta
Teclas de atalho do Mozilla

Dicas
Arquitetando
Coelhos e coelhinhos
Deixando Rastros
Guia do rock!
Refletindo


 


Antispam   Arquitetura on-line   Barcos à venda   Bandeiras dos estados brasileiros   Brasões dos estados do Brasil   Campo Formoso Gem Show   Campo Formoso, terra de esmeraldas   Carnaval de Olinda   Jóias em prata   Imagens do Brasil   Lendas e folclore da Internet, as pulhas virtuais   Minerais   Pedras preciosas   Vídeos   Sisal   Home
Todos os Direitos Reservados. Copyright Gevilacio Aguiar Coelho de Moura © 1999 - 2014. Quatrocantos.com, Quatrocantos.net.br. Reprodução permitida desde que informado o endereço (URL) desta página. As lendas, os boatos, os falsos vírus, golpes e histórias semelhantes são aqui divulgados da forma como chegam às nossas caixas de correio e não somos responsáveis pelo seu conteúdo nem tampouco por eventuais consequências da divulgação ou do seu uso indevidos. Ajude a manter a Internet livre de spam, de boatos e de golpes: envie o URL desta página para quem enviou mensagem contendo a lenda aqui mencionada.